Results 1 to 8 of 8

Thread: Guia 1 - Como pickar

  1. #1
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588

    Guia 1 - Como pickar

    Inaugurando a seção Taverna, achei conveniente contribuir c/tal repartição abordando sobre um assunto muito pertinente.

    Como pickar?
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 06:02 PM.

  2. #2
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Introdução:


    Dizem por aí que "nosso destino é consequência das nossas escolhas".

    No DOTA, este senso-comum é de enorme valia. Bons picks implicam em vantagens, estas naturalmente cruciais p/a vitória.

    Pela minha experiência de jogo (na verdade, nem é necessária), percebo a frequência de jogos quase que definidos por bons picks. Ou seja, num raciocínio inverso, bons picks impõem o adversário a "jogar por tabela" - contexto visivelmente desagradável aos mesmos, afetando o psicológico em consequência. Quem nunca brigou c/um aliado por conta de uma escolha ruim??


    Sou um exemplo (notório) disso. -.-


    Abordarei aqui alguns fundamentos que podem ajudar a pickar bem (ou pickar melhor) - e assim, promover o desenvolvimento da comunidade como um todo; pois "ninguém quer noob no time".

    O jogador de MOBA tem espírito competitivo, então é de bom-tom abrirmos a mente e evoluirmos num jogo que nos entretêm.

    DOTA 1 é especial, é o poder. : D
    s2
    Last edited by _magikoopa.^; 3rd March 2017 at 04:26 AM.

  3. #3
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Estabeleça uma diretriz:


    "Como contribuir no pick?"


    Esta é a máxima que deve embasar sua decisão.
    Qualquer MOBA se vence no time - e não somente num jogador. O objetivo maior é sempre somar, tornar o time sinérgico - seu pick deve ser SEMPRE UM BOM PICK.

    Geralmente, na Euro Brasil, a concepção de bom pick é baseado no lugar-comum. Significa que, a escolha tem como parâmetro o costume do jogador c/"aquele herói". Isso não é ruim, porque o mesmo não quer "marcar bobeira" na partida - a perícia (pessoal) deve ser levada em conta.

    O que preciso levantar, é a possibilidade da habilidade c/um determinado personagem não ser de relevância NAQUELA PARTIDA. O MOBA tem na sua essência A SITUAÇÃO - denotando que, uma rápida análise de quem está ao seu lado e quem está contra, é o suficiente p/acrescentar eficácia ao seu time c/um bom pick.
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 07:16 PM.

  4. #4
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Respeite os first-picks:


    Os first-picks tem o papel de delinear a estrutura da equipe (mesmo que não tenham consciência disso).

    Basicamente, são escolhidos "powerhouses" (heros que tem algum destaque em stats ou skills) - posso citar alguns:

    Slark

    Alchemist

    Axe

    Void

    Legion


    Necessito frisar que, os referenciais citados tem base em experiência vivida por mim no servidor Euro Brasil, e servem somente como ALGUNS EXEMPLOS.


    Prosseguindo, é de suma importância que as escolhas seguintes tenham alguma lógica c/os first-picks. Um
    bom pick agrega poder sinérgico - potencializar as qualidades dos aliados é sinônimo de adquirir vantagem.

    Dica: Caso tenha interesse em excentricidades, dê a prioridade ao seu aliado ("Alguém quer algo?") - combine trocas de personagens em sequência, e garantirá a estabilidade (perícia pessoal, introdução) que o time precisa.
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 06:46 PM.

  5. #5
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Tenha noção da função de cada aliado seu:


    Comunicação é a palavra-chave.

    A caixa de diálogos e/ou plataformas de interação por voz (skype, por exemplo) são viabilizadores p/organizar um time c/bons picks.

    Utilize do seu conhecimento pessoal p/interpretar o pick do aliado - qual função ele pretende desempenhar c/o hero escolhido? Na dúvida, convém perguntar qual estratégia ele tem em mente. Caso seja plausível, complemente sua diretriz c/outra funcionalidade que harmonize.


    Exemplos de line:

    Dazzle + Huskar

    Rylai + Kunkka

    Dark Seer + Ursa



    Exemplos de mid + pick complementar:

    Pudge + Mirana ou Venge

    Never + Rhasta

    Sniper + Barathum


    Um stunner (ES, por exemplo) necessita de posicionamento - coisa que o Treant proporciona facilmente c/o Nature Guise (inv no aliado). P/um sitter (Brood), um ganker auxiliará na causa (Puck/Tuskar)...

    Onde quero chegar é, a diferenciação de funções propicia num time estável - portanto o
    bom pick leva em consideração a constituição/complementação de cada um na equipe.
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 07:18 PM.

  6. #6
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Boa (e má) composição:


    Bons picks são pautados na necessidade de equilíbrio conotado pelo guia - explorem funcionalidades (starter, ganker, tanker, hc, sup - exemplo) e possíveis sinergias de skills (stuns/slows, auras, buffs, ults - exemplo).



    Exemplo de boa composição:

    1 Starter

    2 HC

    1 Jungle

    1 Sup


    Exemplo de má composição:

    3 HC

    1 Semi

    1 Jungle


    Repare que no exemplo de má composição - o terceiro HC irá ferrar o jungle (falando de forma simplista) - e este ficará em desarmonia c/os outros 2, interferindo no farm; deixando todos fracos no fim das contas. Atento inclusive sobre a ausência de sup - falo que: "a ausência de um suporte é que nem água, só percebe-se o valor quando não tem". Por fim, o Semi seria "obrigado" a realizar funções tão alternativas, requerendo do jogador uma habilidade imensa p/não sub-dimensionar (tanto) o herói - "meio caminho andado p/o fracasso".
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 08:04 PM.

  7. #7
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    O "counter-pick":


    Um bom pick pode ser consonante c/um objetivo + avançado - prejudicar a outra equipe. Então temos o "counter-pick".

    A definição é intuitiva: consiste em counterar uma estratégia (óbvia) do time adversário, pickando um herói que os submeta numa desvantagem (óbvia).


    Exemplos:

    Contra um caster (Jakiro, por exemplo), um silencer (Nortrom)

    Contra um DPS (PA), um disable (Rhasta)

    Contra um tanker (Centaur), um mana burner (Magina)


    Conclui-se que, é muito conveniente escolher um "counter-pick" que afete + que 1 herói. Ex: Pugna (contra time caster) - seu Nether Ward limita bastante tal estratégia.
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 08:21 PM.

  8. #8
    Supporter _magikoopa.^'s Avatar
    Join Date
    May 2013
    Location
    Salvador
    Posts
    2,588
    Considerações finais:


    O guia na verdade não expõe "conteúdo revolucionário", mas se faz necessário frente às falhas frequentes de pick que todos nós deparamos da parte de alguém (ou de nós mesmos, por que não?).

    O intuito é reforçar a fundamentação nossa que, uma vez ou outra, deixamos de lado por N razões - estas nem sequer compreendidas às vezes.

    A competição acirrada torna o DOTA interessante - portanto, vamos pensar "no que é preciso ser feito", ao invés do que "eu quero fazer". Se há vontades que não podem ser prorrogadas, o time deve estar à disposição p/negociar. Faça uso do pause de 1 minuto por direito caso precise, uma sugestão.

    Estarei solícito a abordar outros temas, meu PM estará aberto a críticas e sugestões.


    Contribuam, cresçam. Bons jogos.

    o/
    Last edited by _magikoopa.^; 2nd March 2017 at 08:29 PM.

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •  
Inne strony: Film Filmy 2017 Horror 2017


Affiliates